Translate

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Não diga mais nada




Ventos que trazem, ventos que levam;
Amores que voam, saudades que ficam;
Alegrias de um novo amanhecer, e dor de não conseguir dormir;

Eis que surge um alívio para as amarguras do amor;
Mas as palavras machucam mesmo quando não dizem nada;
Como o silêncio dos beijos que não foram beijados;

Tão nova e inexperiente, mas tão sábia e manipulada;
Não sabes a força que tem, e não quis ser amada;
Agora se lembre da minha ausência, e não diga mais nenhuma palavra;

Seguirei meu caminho, e não nos cruzaremos na estrada;
Me deixou sem respostas;
E vai viver sem amor, como quem não se importa com nada...