Translate

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Bem Que Te Vi

Hoje eu quero cantar, cantar porque nunca te vi; 
Mas sei que pássaro és, pois ouço, um intenso Bem-te-vi; 
Vou cantar à você, porque não quero te ver a partir; 

Alegra as minhas manhãs, e hoje vou fazer-lhe dormir; 
Com o som do meu assovio, imitando o seu Bem-te-vi; 
Bem te vi logo cedo, para ouvir-lhe cantar Bem-te-vi; 

Fiquei zelando o teu sono e hoje não consegui eu dormir; 
Acordei dos meus pesadelos, esperando seu doce cantar; 
Agora sei tuas cores e hoje vou conseguir dormir; 

E com o raiar do dia eu ver, o sol em seu peito, amarelo reluzir; 
Como é bom ter-te em minhas manhãs a bicar meus doces caquis; 
Só não fiques de bico cheio, para que eu possa seu cantar, com meu assovio tentar reproduzir; 

Já sei a hora que acordas; 
Agora bem que te vi; 
A cantar na manhã o seu lindo Bem-te-vi.