Translate

domingo, 21 de junho de 2015

O Último Dia

E aquele dia parecia ser o último; 
O sol brilhava; 
O dia estava lindo; 
Mas parecia ser o último; 

A quem estava acostumado a viver em uma caverna escura; 
O sol incomodava a visão; 
As pessoas que não via a muito, o cercavam por todos os lados; 
Sua barba era grande, sua vontade  nima; 

Aos poucos ia se libertando de sua prisão; 
Aos poucos, sentia o calor do sol, o calor do ser humano; 
O mesmo ser humano que o fez viver em uma caverna; 
Será eles menos cruéis agora; 

Andou por horas; 
Viveu minutos; 
Não recebeu tributos; 
Mostrou sua face ao mundo novamente; 

O mesmo mundo que o fez descrente; 
Chegou a hora; 
Anoite esta a cair; 
O  escuro retorna; 

Mas desta vez será diferente; 
Varreu a varanda; 
Acendeu as luzes; 
Perfumou a morada com flores; 

Aquele dia realmente era o último; 
O último dia; 
Se despediu de sua caverna amada; 
e fez o sol brilhar em plena noite; 

O sol brilhava; 
A noite estava linda; 

E viveu aquela noite como se fosse a última; 
Pois não soubera, se o sol que nasceu em plena noite; 
Resistiria ao nascer de um novo dia; 

E viveu aquele dia em plena noite como se fosse o último....