Translate

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Me Seguir Não É Seguro

Meus caminhos são tortuosos; 
Passo por nebulosas travessas; 

Me seguir não é seguro; 

Faço o que bem entendo; 
Muitas coisas ainda não compreendo; 

Me seguir não é seguro; 

Carrego maldições; 
Em meu coração que arde e sofre separado de mim; 

Me seguir não é seguro; 

Vivo em exílio constante; 
Em dúvidas e anseios; 

Me seguir não é seguro; 

Deixo as asas da saudade encolhidas; 
Como se pudesse ouvir outras bocas chamando meu nome; 

Me seguir não é seguro; 

Recebo olhares que transbordam a alma gélida de quem me olha; 
Carrego, feita de velhas árvores, a pesada cruz que me transforma; 

Me seguir não é seguro; 

Amadureço rindo da velhice; 
Perco o compasso do círculo perfeito; 

Me seguir não é seguro; 

Perdi o que foste o melhor beijo; 
Costumo exagerar na goiabada em cima do queijo; 

Me seguir não é seguro; 

Mas se insistes; 
Ora (direis) não deixo pegadas! 

Me seguir não é seguro.