Translate

terça-feira, 9 de maio de 2017

Minhas Palavras

As emoções se escondem em linhas tênues entre o reto e o curvo;  As lagrimas transparentes se misturam as águas do rio turvo; 
Muito se esconde à quem muito se mostra;  O perfume da sua intelectualidade cheira a bosta;  Problema de quem não gosta; 
Muito se conhece de um homem, lendo o que ele escreve;  Sei que você não me conhece;  Não me admiro, meu texto, ao fundo da gaveta apodrece; 
Será que a vida realmente é um teste;  Que a moralidade de suas conquistas;  Morreu antes do que acontece; 
As pessoas me assustam cada dia mais;  São puros os cachorros e nós os animais;  Nem quero chegar perto do que um ser humano é capaz; 
Seus círculos em ciclos;  Seus palhaços sem graça;  Suas risadas falsas; 
Lambem o saco da mesmice e coçam o  da vaidade;  Piedade;  Se conhece muito de um homem, lendo o que ele escreve.