Translate

domingo, 27 de setembro de 2015

Incansavelmente

Quero te encantar; 
Com meus sussurros; 
Arrepiando todos os seus pelos, quando eu de leve lhe tocar; 

Assim como você fez; 
Com o doce som de sua voz, e o molhado beijo que me deu; 
Me despiu de minha alma, me deixando em plena nudez; 


Não sei se é amor; 
Ou uma gostosa insensatez; 
Quero você nua em meus braços, e esperar pela próxima vez; 

Todo aquele cheiro deixado nos lençóis; 
Do amor ainda fresco; 
Feito a fruta amadurecida que insiste em não cair; 

Perfuma os ares; 
Desperta os paladares; 
Os desejos mais profundos; 

Me aprofundando dentro de ti; 
A me molhar do mel seu; 
Abelha que pica, pica e pica; 

Misturando os gemidos de dores e prazeres; 
Te deixar enlouquecida; 
É o melhor de meus afazeres; 

Jorrando meu leite quente; 
Olhando os olhos teus; 
Salivando, inquieta, impaciente; 

Só paro; 
Quando meu corpo de cansaço estiver dormente; 
Sou abelha, que pica, pica... 

...Incansavelmente.