Translate

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

O Encantado Luar

Dos falantes infantes sensíveis; 
A madrugar, ouvindo o som do céu; 

Estrelas falantes incríveis; 
Esnobes por natureza; 

Ostentadas por seus brilhos; 
Quanta certeza; 

Dos infantes, deverias herdar a pureza; 
A viajar com o trem da imaginação, pelos trilhos; 

Feche os olhos por um momento; 
Sinta quem sente sentado; 

Ao chão empoeirado; 
Esperando a estrela cantar; 

Encantando o luar refletido, pelo hoje, liso e lindo mar; 
Quem dera um ser humano maduro, impudico; 

Ser triunfante como um infante; 
Que mesmo estando do céu distante; 

Cantarola a melodia da estrela, com seu canto lúdico; 
Que vivas mil noites e acorde mil dias; 

Sabendo que sempre foi verdade; 
Seus momentos de liberdade; 

E sempre esteve por lá; 
A estrela a cantar; 

Encantando; 
encantado luar...