Translate

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Nosso Ninho

Ilusões são tempos perdidos;
 Ilusões são sonhos escondidos; 
 Me encontro nos desencontros;  

 O tempo passa cada vez mais depressa;
 Os sonhos não nascem mais, apenas, no teatro uma peça;
 Me desencontro nos encontros, o poeta confessa;

Surgem as metáforas da vida;
Amor que não recebe a guarida;
Pássaro que voa, com sua asa ainda ferida;

Foi dada aqui sua sentença;
A falta que me faz tua presença;
Me resta esperar, e ter um pouco mais de paciência; 

Desconfio dos homens e amo os animais; 
Talvez você ainda não saiba, a falta que você me faz;
Afiada penetra a ponta da lança, do guerreiro sagaz;

No coração valente, de quem se importa, e de amar sofre demais;
Talvez fosse mais fácil, apenas pelo campo, eu correr;
Me encontro nos desencontros, bem melhor, eu me esconder;

Escondido, feito brincadeira de criança;
Talvez aquela lança, seja um lembrete de que, há, ainda esperança;
Espero o dia, sem contar o tempo, de cheirar os teus cabelos, tão bonitos, feitos de trança;

Ilusões são tempos perdidos, me diziam meus amigos;
Ilusões são sonhos escondidos, e sem voar está meu amor, feito um pássaro ferido;
Me encontro nos desencontros, não vou viver mais escondido; 

Me ache em meio ao labirinto, alimente meu amor, que por ti anda faminto; 
Viverei, bem mais que em sonho, se você estiver comigo; 
Conserte as minhas asas, e no céu, venha voar, para sempre e sem destino; 

Agora que posso voar, as ilusões voltaram a ter sentido;
Os sonhos voltam a me acordar, não ando mais em desalinho;
Se seu amor você quis me dar, o recebi, no bico do mais colorido passarinho;

Vem comigo fazer amor, até adormecermos no mais confortável e puro linho; 
Venha e não saia mais daqui, pois, meu amor, aqui é nosso ninho.....