Translate

domingo, 30 de novembro de 2014

As Primeiras Horas de Amanhã



Não consigo dormir, quero que chegues logo, ó meu dia de amanhã;
Sento a madrugar na macieira, esperando quedar-se a mais doce maçã;
Não procurei-te em meus sonhos, pois, sei que não a encontrarias;
Por isso sento-me a madrugar, até nas noites mais frias;
Estou sendo egoísta quero a maçã só para mim, esta noite nunca termina, esta noite nunca tem fim;
Em minhas primeiras horas da manhã, já estou meio cansado, esperei por tanto tempo, e a maçã só caia ao meu lado;
De tão paciente, te espero até nunca dormir, se eu colhesse você, não terias tanto sabor, mas se esperei por tanto tempo, quando caíres, sei que será por amor;
Enfim em meu colo caíste, me trazendo a prova, de quem um amor espera, ah! esse nunca desiste......